2 de março de 2010

Mudanças

“Pequeno mesmo é o nosso mundo, aquele meu e seu. Pequeno como uma quitinete, onde vamos viver nos trombando.”

Estou de mudança, decidimos ir prá um apê maior, parece que aqui ficou pequeno...
Não sei se são as lembranças que eu estou encontrando ao encaixotar as coisas, mas estou com a sensação de que era mais feliz quando mudamos para cá...
De repente sinto que não estou encaixotando coisas, encaixotei a mim mesma, minha vida de hoje cabe dentro de uma caixinha!
Sinto saudades de quando nos mudamos prá cá, estava esperando a Mariquinha, era tudo tão bom, cada móvel que chegava, cada cantinho que arrumava, estávamos começando nossa vida, uma dureza, não tínhamos dinheiro prá nada, quase tudo foi doado de coração por uma porção de gente...
Aqui, viví as maiores emoções da minha vida, o nascimento da Maria, seus primeiros passinhos, minhas primeiras conquistas na profissão, a doença e a "quase" cura do Fábio.
Sete anos se passaram, muitas memórias estão sendo guardadas, embaladas e etiquetadas, assim, no meu novo lar elas se juntarão as lembranças que ainda estão por vir, e espero que sejam ainda melhores...

3 comentários:

Renata disse...

Oi Mi!!!
Amei o que vc escreveu!!!Espero que na sua nova casa vcs tenham ainda mais bons momentos e boas surpresas!!!Deus os abençoe!!
Bjs para Vc, Maria e o Fábio!!!
Renata Gomes Milanez Cordioli

Vita disse...

As mudanças fazem parte da vida. Já imaginou se fossemos como uma pedra preciosa incrustrada numa rocha? Que graça tem isso?Que bom que podemos mudar de casa, de trabalho, de roupa, de calçado e quando convém....de amores, porque não? Quie seja eterno enquanto dure como já disse um poeta. Grande beijo, querida. Meu e-mail continua o mesmo...Ah, fiquei avó mais uma vez...A sexta. Vita Guimarães.

Suzete disse...

Mirella...
Que lindo tudo isso, saudades da minha preferida e queridinha Fer.... Ela deve estar enorme, mande um beijão pra ela, será que ela se lembra de mim?
Abraços a vovê, ao Fabio, sua mãe, sogro e sogra...
Beijos, Suzete - Escola Vagalume

Postar um comentário